Como Decidir Qual Negócio Abrir? 5 Pontos Que Devem Guiar Sua Escolha

Avalie o artigo

Como decidir qual negócio abrir é um processo que deve ser feito com muito cuidado e atenção por meio da análise de 5 fatores: 1- gostos pessoais, 2- estilo de vida, 3- necessidade de mercado, 4- concorrência e 5- escolha entre negócio próprio ou franquia. Veja os detalhes.

Como decidir qual negócio abrir? Uma dúvida que passa na cabeça de todo novo empresário que resolve empreender.

É também uma das escolhas mais difíceis de se fazer, pois irá impactar em todo o trabalho futuro do empresário.

Para acertar nessa decisão e aumentar as chances de sucesso da sua empresa, você deve levar em consideração alguns fatores importantes.

Eles estão relacionados tanto a questões particulares como também de mercado e, juntos, te proporcionarão uma base sólida para você dar esse primeiro passo no empreendedorismo.

Como decidir qual negócio abrir pode ser fácil, veja abaixo os 5 pontos que você deve analisar:

#1 Gostos pessoais

A melhor opção de como decidir qual negócio abrir será sempre fazer aquilo que você gosta.

Nessa hora, a tática é fazer uma lista dos seus interesses, habilidades e talentos que o ajude a focar em modelos de negócios que te tragam satisfação e não só retorno financeiro.

Afinal, você está começando algo que pretende levar para o resto vida e, com certeza, não irá querer passar ela em algo que não te traga prazer.

Por outro lado, isso também traz uma enorme vantagem na hora de você ter que vender o seu produto ou serviço.

Falar sobre o gostamos é mais fácil, dá entusiasmo, o que gera empatia e credibilidade, duas coisas fundamentais para conseguir convencer um cliente e concretizar a venda.

Além disso, esse mesmo entusiasmo te dará energia para acordar todos os dias e enfrentar os desafios que possam surgir.

#2 Estilo de vida

Na hora de decidir qual negócio abrir você também precisa levar em consideração o estilo de vida que pretende levar como dono de empresa.

Ou seja, qual o nível de comprometimento e o tempo que você espera ter que dedicar ao seu futuro empreendimento.

Afinal de contas, mesmo um negócio que te traga prazer pode acabar se tornando um pesadelo se ele consumir mais do seu tempo do que você está disposto a investir.

Portanto, se você se interessou por um modelo de negócio para shopping, mas não quer ter que se dedicar todos os dias da semana, então é melhor pensar duas vezes.

Da mesma forma, você também deve fazer uma autoavaliação que o ajude a escolher um trabalho que seja compatível com a sua personalidade.

Você prefere trabalhar sozinho ou quer ter um contato próximo a outras pessoas?

Com qual faixa etária você gostaria de lidar no seu negócio?

Elabore uma lista com esse tipo de perguntas e responda a todas elas, outro passo de como decidir qual tipo de negócio abrir.

# 3 Necessidade de mercado

Escolher um negócio que você goste e que seja compatível com as suas expectativas é importante, mas você também precisa levar em consideração a real demanda do mercado.

Mesmo que você ofereça um ótimo serviço ou produto, de nada irá adiantar se não houver uma procura por eles.

Por isso, realizar uma pesquisa de mercado é um importante passo na hora de decidir qual negócio abrir.

Isso não só te dará um rumo a seguir, como também te possibilitará a criar estratégias empresariais para o seu empreendimento.

Isso pode ser feito através da visita a outros estabelecimentos, entrevistas com público-alvo ou com especialistas de mercado.

A internet é uma poderosa aliada nesse momento e está cheia de informações sobre modelos de negócio ou franquias para investir em 2020.

#4 Concorrência

Seja para quem está decidindo qual negócio abrir ou para quem já tem uma empresa consolidada, a análise da concorrência é um item vital.

A prática, adotada por todas as marcas e empreendedores, traz uma série de vantagens para o seu negócio e permite a você visualizar o cenário do mercado.

E não se assuste caso o terreno esteja ocupado por outras empresas, pois isso significa que existe uma real demanda pelo produto ou serviço.

Pelo contrário, saber o que as outras empresas estão oferecendo é fundamental para que você consiga bolar novas ideias e, assim, se destacar para o público de clientes.

Da mesma forma, isso permite a você aprender com os concorrentes, estudando quais os seus pontos fortes que agradam os consumidores.

O estudo da concorrência pode ser feito da mesma forma que a pesquisa de mercado, assim como a análise de suas peças de marketing.  

Um método muito eficaz é a análise das redes sociais dessas empresas e dos comentários deixados pelos seus clientes.

# 5 Negócio próprio x Franquia

O último ponto de como decidir qual negócio abrir está baseado no tipo de empresa que você irá ter: própria ou franquia.

Grande parte dos novos empresários que resolvem abrir uma empresa no Brasil possuem pouca ou até mesmo nenhuma experiência no empreendedorismo.

Se este for o seu caso, decidir pelo negócio próprio pode acabar sendo uma opção muito arriscada devido ao nível de conhecimento que isso exige.

Já nas franquias, que oferecem modelos de negócio prontos, testados e validados no mercado, o grau de conhecimento necessário é bem menor.

Além de todo o suporte na implantação da sua unidade, as franqueados também auxiliam o franqueado durante a operação e oferecem ajuda de marketing.

O resultado disso é o crescimento do setor, que faturou mais de R$131 bilhões nos três primeiros meses de 2019, segundo os levantamentos da Associação Brasileira de Franchising (ABF).

GRUPO 10X

Mas, não é porque o modelo de franquia seja o mais indicado no seu caso que você deve investir na primeira que aparecer.

A escolha de se tornar um franqueado também exige muito conhecimento.

Portanto, estude o mercado, estude a marca, veja quem está por trás do negócio e, principalmente, o tipo de suporte que você irá ter.

Com 4 marcas consolidadas entre os mais diversos segmentos do mercado, o Grupo 10x é uma opção certa para quem busca uma franquia de sucesso.

São mais de 400 unidades em operação, estabelecidas nos melhores e mais conceituados pontos comerciais do Brasil.

O faturamento mensal com uma das marcas pode chegar a R$200 mil, com investimento inicial a partir de R$149 mil e tempo médio de retorno de 18 meses.

Clique no botão abaixo, saiba mais sobre o Grupo 10X e como decidir qual negócio abrir no setor de franquias:

Avalie o artigo

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo