Quando uma Empresa Deve se Tornar uma Franquia? 5 Pontos para se Analisar

Avalie o artigo

Uma empresa está pronta para se tornar uma franquia quando: 1- já completou um ano de atividade, 2- registra bons resultados, 3- oferece um diferencial de mercado, 4- tem produto ou serviço com amplo apelo geográfico e 5- já registrou sua marca. Veja se sua marca atende os requisitos.

Em primeiro lugar, é importante saber que praticamente qualquer negócio ou atividade é franqueável.

Obviamente que algumas terão maior apelo comercial e, assim, irão expandir mais que outras.

Mas existem vários casos de negócios inusitados que se tonaram franquias e, hoje, contam com centenas de unidades.

Portanto, franquear o seu negócio não só é possível como também pode ser a melhor forma de expandir a sua marca.

Mas é preciso muito cuidado e atenção para decidir quando uma empresa deve se tornar uma franquia.

Antes é preciso amadurecer o negócio, rodar ele no mercado, fazer os ajustes necessários e só depois torná-lo uma franquia.

Afinal, você irá concorrer com mais de 2.800 marcas inseridas no franchising brasileiro hoje.

Por outro lado, esse número mostra o gigantesco potencial desse mercado.

Segundo o estudo da ABF (Associação Brasileira de Franchising), em 2019 o setor de franquias obteve crescimento nos quatro principais índices, que foram:

  • Faturamento: + de 6,9%
  • Número de unidades: + de 5,1%
  • Número de redes: +1,4%
  • Geração de empregos: + de 4,8%

Além disso, o bom momento da economia está favorecendo o espírito empreendedor dos brasileiros, que encontram nas franquias a melhor forma de começar seu negócio.

Com projeções de novos crescimentos para 2020, lançar sua marca no setor de franquias pode ser o caminho para o sucesso.

Confira abaixo os 5 pontos que permitem analisar quando uma empresa deve se tornar uma franquia:

#1 Período de atividade

Preferencialmente, uma empresa está pronta para entrar no franchising após, pelo menos, um ano de atividade.

Isso permite testar e validar o negócio durante toda a sazonalidade anual, realizando ajustes caso necessário.

Quanto mais maduro um negócio é, maior a probabilidade de ser um sucesso e mais confiança ele passa aos franqueados.

No entanto, isso não deve ser entendido como uma regra fixa e inquebrável.

Afinal, hoje tudo muda rapidamente e há muita concorrência no mercado.

Não raros são os casos de empresas que surgem e logo estão valendo milhões.

Assim, empresas com ideias inovadoras podem acabar perdendo seu momento no franchising caso esperem muito tempo.

Mas então, quando devo tornar minha empresa uma franquia?

O momento certo é quando você sentir que tem uma marca forte e perceber que pode crescer rapidamente através de franquias.

#2 Bons resultados

Um bom termômetro para isso é o sucesso da sua empresa.

Pode parecer óbvio, mas você só pode franquear aquilo que deu muito certo.

Ou seja, uma empresa só está pronta para se tornar franquia quando ela funciona e traz resultados expressivos.

Afinal, o principal apelo de uma franquia é oferecer um modelo de negócio já formatado para o sucesso.

Para isso, você deve estudar tudo que deu certo em sua empresa, tornar operacional e saber duplicar para os seus futuros franqueados.

Paralelamente, analise as margens de lucro dos seus produtos e as despesas médias de operação.

Obviamente que, quando você começa a franquear um negócio, você vai ter que fazer algumas adaptações.

Para se adequar melhor a variedade de estilos e gostos brasileiros, algumas empresas precisam reestruturar certos aspectos antes de se lançar no franchising.

Mas, o primordial é que a sua empresa seja bem sucedida e tenha registro dos resultados.

#3 Diferencial

Será muito difícil franquear o seu negócio com sucesso caso ele não ofereça um diferencial de mercado.

Não importa se ele está no produto, no serviço, na qualidade ou até mesmo no preço, mas ele deve existir.

Isso porque, seja no franchising ou não, empresas com diferenciais claros tendem a crescer mais e manter seu crescimento.

Além disso, esse diferencial também será um dos maiores apelos da sua marca junto aos futuros franqueados.

Portanto, antes de pensar em franquear a sua marca, avalie o potencial de mercado dela.

Analise se o produto ou serviço que você oferece possui muita concorrência direta de produtos similares ou que possam substituí-lo.

Um dica aqui é diversificar o mix de produtos e, se possível, obter exclusividade sobre alguns deles, aumentando o apelo junto ao público.

#4 Apelo Geográfico

Mais um ponto importante na análise de quando uma empresa deve se tornar uma franquia é saber qual o seu apelo geográfico.

Afinal, mesmo que o seu negócio seja extremamente bem sucedido em sua região, ele não irá render uma boa franquia caso não possa ser replicado em outras regiões.

Isso pode ocorrer não apenas pelo apelo ao público, mas também por questões logísticas referentes a entrega da matéria-prima.

A rentabilidade do franchising só é atrativa quando você consegue replicar sua marca em um grande número de unidades.

Portanto, não adianta você querer franquear seu negócio se o seu apelo é extremamente regional.

#5 Registro da Marca

Como futuro franqueador, um dos principais ativos que você licenciará aos seus franqueados é a sua marca.

Portanto, é essencial que ela esteja protegida e segura.

Para isso, você deve efetuar o seu registro junto ao INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial).

A saber, o INPI é a autarquia federal brasileira responsável, entre outras, pelo registro e concessão de marcas e patentes.

Frequentemente, muitos empresários que desejam franquear a sua marca não possuem seu registro junto ao órgão.

Como resultado, as vezes acabam tendo que alterar algum detalhe ou, pior, o próprio nome original da marca por já existir outra igual ou semelhante registrada.

Ou seja, se você ainda não tem seu registro, faça o quanto antes!

Além disso, é importante também possuir o domínio do endereço URL da marca na internet.


Com todos esses pontos atendidos, a probabilidade da sua empresa se tonar uma franquia de sucesso é muito grande.

O próximo passo será operacionalizar e replicar o negócio para os seus futuros franqueados.

Uma ótima opção para quem tem esse objetivo mas não sabe ao certo como prosseguir é o curso Empresa 10X.

De forma 100% online, o treinamento é voltado para a  criação, operação e gerenciamento de uma rede de franquias.

O curso foi criado foi David Pinto, fundador de franquias de sucesso e do Grupo 10x, holding que detém várias marcas no franchising brasileiro.

Com base no extenso know how do empresário, o curso ensina o passo a passo de como franquear um negócio por meio de estratégias testadas e comprovadas.

É a melhor oportunidade para empreendedores que chegaram no momento de tornar sua empresa uma franquia.

Conheça mais sobre o curso Empresa 10x através do botão abaixo:

quando uma empresa deve se tornar uma franquia

Avalie o artigo

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo